Grupos de Trabalho (GTs)

INSCRIÇÃO EM GRUPOS DE TRABALHO (Prorrogadas até o dia 05/08)

As inscrições de comunicações nos Grupos de Trabalhos serão feitas mediante o envio de Resumo Expandido para os e-mails dos coordenadores de cada GT. A avaliação tomará em consideração a consonância dos trabalhos com o tema do GT, a pertinência das referências e a seriedade dos resultados de pesquisas desenvolvidas sobre a temática apresentada (em particular, o rigor da metodologia utilizada).

Além dos critérios indicados para os trabalhos apresentados, os textos a serem publicados deverão obedecer às normas dos trabalhos científicos, serem escritos em linguagem fluente e correta, ortográfica e gramaticalmente. Nos Anais serão publicados os resumos expandidos em Grupos de Trabalho, com as normas seguintes: Arquivo em Word, papel tamanho A4, margem superior e inferior 2,5 cm, margens esquerda e direita 2.5 cm, fonte Arial 12. O resumo deve conter: título, nome do autor, unidade acadêmica, endereço eletrônico, palavras-chave (no máximo quatro), introdução, apresentação da problemática, metodologia, resultados e discussão, conclusão e referências bibliográficas. Espaçamento: 1,5 entre linhas. As referências bibliográficas deverão estar em ordem alfabética e obedecer às normas da ABNT/ NBR 10520 de julho de 2002. Se for o caso, indicar os órgãos financiadores. O resumo deverá conter entre 1.200 e 1.400 palavras. Os Grupos de Trabalho também receberão pôsteres, de 90 cm até 1,00 m de largura e de 1,00 m até 1,20 m de altura. Recomenda-se utilizar fotografias, gráficos e figuras. Devem constar o nome do autor, o título do trabalho e uma síntese dos resultados obtidos. Deverão ser utilizadas letras que permitam a leitura a dois metros de distância. As conferências e palestras serão publicadas integralmente num livro. Cada autor disporá de 15 a 20 laudas com as mesmas especificações dos resumos.

1)  Título (Centralizado);

2) Nome do/a Autor/a (co-autor(es))* (justificado);

3) Filiação Institucional (lado direito da página) e eventual programa de apoio/financiamento;

4) Endereço eletrônico (lado direito da página);

5) Palavras-chave (no máximo quatro);

6) Introdução;

7) Apresentação da problemática;

8) Metodologia;

9) Resultados e discussão;

10) Conclusões.

GT1. Educação, povos e ambiente no Semiárido Brasileiro.

Coordenadora: Profª. Ms. Vanderléa Andrade Pereira (vanderlea.andrade@univasf.edu.br)

O GT tem por objetivo discutir a  educação no/do Semiárido Brasileiro nos aspectos da contextualização, da representação e apresentação da geografia humana,  dos artefatos didáticos, dos ambientes cidade/campo, das relações culturais e sociais e da formação, saberes e práticas docentes. Nesse sentido, está aberto para receber trabalhos de pesquisas, experiências ou proposições concluídas ou em andamento. A proposta é possibilitar, a partir do diálogo teórico e prático dos trabalhos, o fortalecimento da discussão acerca da Educação na região Semiárida.

GT2. Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Coordenadores: Prof. Dr. Paulo Roberto Ramos (Univasf) e Prof. Ms. Celso Sales Franca (Facape)

paulo.ramos@univasf.edu.br; celsofranca2005@yahoo.com.br

A crise ambiental que afeta todos de maneiras distintas, exige alternativas inovadoras sustentáveis, com novos processos de produção e consumo, capazes de possibilitar a melhoria da qualidade de vida das populações, sobretudo as mais carentes, sem comprometer o equilíbrio biogeoquímico do planeta. Atualmente, a problemática socioambiental vem sendo reconhecida como um grande desafio para Governos, Empresas, Partidos Políticos, ONGs e toda Sociedade Civil.  Este GT se propõe congregar diversas pesquisas sobre a temática socioambiental, as experiências de sustentabilidades locais, de gestão e educação ambiental, as políticas públicas ambientais, reflexões conceituais e as diferentes formas de perceber a problemática socioambiental na atualidade. Desta forma possibilitando a constituição de um espaço de possibilidades de conhecimentos, de interação e troca de experiências sobre estas questões.

 

GT3.  Identidades em corpos e lugares

Coordenadoras: Ms. Scyla Pimenta e Profª. Drª. Luciana Duccini

luciana.duccini@univasf.edu.br; scyla.pimenta@univasf.edu.br

Este GT tem por objetivo constituir um espaço para a reflexão sobre identidade, lugares e práticas corporais em seus diferentes usos. Gostaríamos de abrigar trabalhos que considerem o corpo tanto como expressão das dimensões social, cultural, política, religiosa, estética e histórica, quanto como elemento produtor de tais âmbitos. Devido à interdisciplinaridade que os temas corpo, identidade e lugares abrangem, pensamos esse GT como um espaço de trocas de experiências teóricas e metodológicas, de diferentes áreas, e convidamos para a discussão trabalhos que tratem os temas em correlação com gênero, raça e etnicidade, estética, trabalho, ocupação do espaço urbano e saúde.

GT4. Drogas, Cultura e Política

Coordenadores: Profª. Drª.Luzania Barreto Rodrigues (luzania.rodrigues@univasf.edu.br)

Prof. Ms. José Hermógenes Costa (hermogenes.moura@univasf.edu.br)

O uso de substâncias psicoativas tem sido alvo de constantes controvérsias no cenário brasileiro, envolvendo desde a descriminalização de determinadas substâncias quanto o tratamento forçado de pessoas que fazem uso abusivo de crack, por exemplo. Pode-se notar um grande recrudescimento das ideologias puritanas e da sua força política, que impõe o reforço à “guerra às drogas” e o consequente encarceramento dos seus usuários. Tal cenário político não afeta o grau de consumo. Afetaria as modalidades e os discursos em seu entorno? Em quais contextos socioculturais dá-se, hoje, a distribuição e o consumo de substâncias psicoativas? Sob quais normas e regras, formais ou informais? Como distintos grupos se organizam para consecução das substâncias de predileção e para seu consumo. Quais significados atribuem a estas práticas? Neste Grupo de Trabalho, o objetivo é debater os diferentes usos culturais de tais substâncias, aí incluídos identidades sociais, performances, usos do corpo, políticas públicas e movimentos sociais.

GT.5 Políticas públicas

Coordenadores: Profª. Ms. Rosicleide Araújo de Melo (rosicleide.melo@univasf.edu.br)

Prof. Ms. Vanderlei Carvalho (vanderlei.carvalho@univasf.edu.br)

As Políticas públicas têm sido alvo de intensos debates atualmente, seja em nível de Governo, seja na academia. Buscando intensificar os referidos debates, o GT propõe-se discutir o processo em que se dá a formulação, implementação e avaliação das políticas públicas no Brasil, pensando a influência dos atores políticos envolvidos bem como da sociedade de forma geral. Portanto, privilegiaremos as diversas abordagens teóricas e metodológicas que têm pensado o cenário de discussão das políticas públicas.

GT6. Pensamento Político no Brasil: entre o Estado e a Sociedade

Coordenador: Prof. Dr. Marcelo Henrique (marcelo.henrique@univasf.edu.br)

Este GT objetiva discutir trabalhos preocupados em debater as produções intelectuais, as linhas de pensamento e escolas que analisam a relação entre Estado e Sociedade no Brasil, dando preferência às questões políticas que marcam a trajetória do Estado brasileiro.

GT7. Eleições, Religião e Mídia no Brasil

Coordenador: Prof. Ms. Emanuel Freitas (emanuelffreitas@gmail.com)

Ementa: O GT receberá comunicações que tratem das seguinte temáticas: 1-Eleições, com foco para as composições de alianças eleitorais, sistemas partidários, relações entre Estado e sociedade civil, cobertura midiática durante os períodos eleitorais, pesquisas de opinião, marketing político; 2-Religião, com ênfase nas suas particularidades enquanto espaço social, suas relações com a política, suas novas manifestações, suas reinvenções, as particluaridades de sua presença no mundo contemporâneo e também comunicações de resgate histórico; 3-Midia, focalizando suas relações com a política, padrões de consumo e sua mediação com a vida moderna.

GT8. Desenvolvimento, vivências e sociabilidades: práticas sociais no mundo rural e urbano

Coordenadores: Ms. Andrea Monteiro (andrea.monteiro@ifsertao-pe.edu.br) Prof. Dr. Denes Dantas Vieira (denes.vieira@univasf.edu.br) Ms. Juliano Varela (juliano.varela@ifsertao-pe.edu.br)

O Grupo de Trabalho tem como objetivo discutir elaborações teóricas e empíricas relacionadas aos processos de socialização em curso nas áreas rurais e urbanas, com foco em estratégias de resistência, reprodução e inovação social desenvolvidas a partir das  práticas  dos agentes. Parte-se de uma perspectiva interdisciplinar e direcionada à criação de um espaço de interlocução entre pesquisadores, professores e estudantes que assumem o desafio de apreender o mundo social. É interesse do presente GT  debater temáticas que contribuam com  análises  transversais aos seguintes temas:  experiências de cooperação e sociabilidades em áreas rurais e urbanas; etnografia das relações de trabalho; políticas, programas e projetos de desenvolvimento  voltados para o debate das questões regionais e territoriais.

GT9. Desigualdades em matizes: educação, trabalho e cultura

Coordenador: Prof. Dr. Cláudio de Almeida (claudio.almeida@univasf.edu.br)

RESUMO: A tentativa de compreensão e combate das desigualdades sociais pode ser tomada como uma das preocupações centrais que nortearam o desenvolvimento da sociologia. Originariamente, a temática das desigualdades sociais foi compreendida como ligada às apropriações e expropriações decorrentes do modo de produção capitalista. Em contrapartida, o mundo contemporâneo tem se constituído como um momento crucial no qual as desigualdades passaram a ser compreendidas a partir de múltiplos olhares, donde emergiram preocupações com outras formas de dominação: a dominação masculina, a dominação étnica, a dominação heteronormativa e outras. O objetivo deste grupo de trabalho é justamente constituir um espaço no qual estas múltiplas formas de desigualdade possam ser discutidas, tanto em suas especificidades quanto em suas articulações. Inaugurado na primeira edição da Semana de Ciências Sociais, este GT constitui-se como um laboratório de análise das desigualdades sociais no Vale do São Francisco. Serão esperados trabalhos que abordem a temática das desigualdades sociais a partir de diferentes perspectivas, como as de gênero, raça e classe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s